*Da redação 

Em um pronunciamento na manhã desta sexta-feira (26), o governador do Paraná anunciou um lockdown de dez dias em todo o Estado que irá se iniciar a partir deste sábado (27), na expectativa de conter os avanços da Covid-19.

“Serão dias turbulentos, mas as medidas servirão para salvar vidas. Não podemos ter um colapso na saúde. Vamos vencer mais esse momento”, afirmou Ratinho Junior. “Além disso, há muitos jovens sendo internados, o que antes não ocorria, e houve um aumento de 900% na fila de pessoas precisando de leitos hospitalares. É um cenário gravíssimo”.

Na quinta-feira à noite, em uma reunião online com prefeitos, autoridades de saúde e presidentes das associações municipais das 399 cidades do Estado, o governador discutiu o cenário da pandemia da Covid-19 e novas medidas restritivas a serem tomadas.

A vacina causou uma falsa ilusão de proteção. Ela não chegou na quantidade suficiente, mas trouxe esperança, o que fez com que as aglomerações voltassem e as pessoas relaxassem nas medidas básicas de proteção”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “Serão dias de esforço pela frente para que possamos atender as pessoas dentro do nosso quadro de leitos hospitalares”.

O lockdown, que é uma expressão em inglês que significa “fechamento’ ou “confinamento total”, é a medida mais radical imposta por governos para promover o distanciamento social mais eficaz.

Serviços essenciais tais como farmácias e supermercados irão funcionar com horários diferenciados. Bares e restaurantes deverão permanecer fechados, podendo apenas disponibilizar os serviços de entregas.  Em breve mais informações

(com informações da AEN*)

Compartilhar