Até o final de janeiro, a Prefeitura de Curitiba vai finalizar um plano emergencial de recuperação da cidade, de acordo com o secretário municipal de Governo, Luiz Fernando Jamur. Curitiba, 01/02/2017 Foto:Joel Rocha/SMCS
Até o final de janeiro, a Prefeitura de Curitiba vai finalizar um plano emergencial de recuperação da cidade, de acordo com o secretário municipal de Governo, Luiz Fernando Jamur.
Curitiba, 01/02/2017
Foto:Joel Rocha/SMCS

Até o final de janeiro, a Prefeitura de Curitiba vai finalizar um plano emergencial de recuperação da cidade, de acordo com o secretário municipal de Governo, Luiz Fernando Jamur.

O trabalho atende a diretriz estabelecida pelo prefeito Rafael Greca de recuperar o mais rapidamente possível o quadro de deterioração de vários pontos importantes para o funcionamento do município, como microdrenagem, recolhimento de entulho e recuperação de vias públicas.
O plano vai estabelecer as prioridades para os próximos seis meses, período em que Jamur acredita será possível reverter o cenário encontrado pela nova gestão.
Uma das principais dificuldades encontradas foi a completa falta de equipes contratadas pelo município para fazer os serviços de manutenção. “Isso traz muita dificuldade numa época em que as chuvas são mais fortes e trazem um desgaste maior”, disse Jamur.
Situação agravada, de acordo com ele, pelo fato de que nos últimos tempos “a manutenção já deixava muito a desejar.”
“O plano emergencial vai reverter essa situação”, assegura o secretário. “Nos primeiros seis meses vamos atacar os pontos mais críticos, como a manutenção viária, cujo pavimento está muito deteriorado; a microdrenagem, já que há problemas pontuais em vários locais; além de roçada e sinalização viária, que é importante para a segurança das pessoas.”
Várias equipes emergenciais já estão realizando o trabalho nas ruas, com é o caso do recolhimento de entulhos feito pelo Meio Ambiente.
Prioridades
O plano de emergência é importante para tirar um atraso que prejudica a qualidade de vida na cidade – seja na forma de ruas em mau estado de consevação, bueiros entupidos ou entulho nas ruas.
A filosofia de trabalho da nova gestão, no entanto, é desenvolver um trabalho bem articulado entre Prefeitura, população e Legislativo a fim de garantir a implementação do Plano de Governo do prefeito, manter a manutenção adequada do município e atender as demandas da população.
A relação com a comunidade, por exemplo, é feita por meio das dez Administrações Regionais de Curitiba, de cujo trabalho também resulta a manutenção adequada em todos os bairros.
A Secretaria de Governo também é responsável por coordenar o trabalho entre as demais secretarias do município e por fazer a articulação com a Câmara Municipal.
“A determinação do prefeito Rafael Greca é trabalharmos muito afinados e articulados para bem servir à população”, afirma Jamur.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

 

Compartilhar