Foto: Marcelo Stammer

Na vitrine, assinada por Marcos Soares, a artista plástica e designer floral Manu Daher apresentou uma instalação exclusiva com uma releitura tropical da árvore de Natal

 

                A convite do designer Marcos Soares, a artista plástica e designer floral Manu Daher trouxe suas técnicas e estudos em ressignificar materiais descartados da natureza, para criar uma releitura tropical da árvore de Natal, na vitrine da Simmetria Ambienti. No espaço, a instalação com mais de sete metros foi concebida com folhas, casca de palmeiras e cipós, que trouxeram elegância para a vitrine.

O desafio recebido por Manu foi o de criar uma obra para a decoração de Natal que fosse diferente e impactante para o curitibano e muito além do convencional. “Há um tempo eu já estudo e aplico o uso de elementos naturais, deixados pela natureza, por isso, projetei uma instalação que representasse a união da matéria-prima orgânica, entrelaçada, formando um abraço no ambiente, seguindo a extensa parede como em uma dança de seus elementos”, apresenta a artista plástica.

Para Manu, faz parte de seu projeto pessoal usar elementos naturais que estão ao seu redor, mas que foram deixados para traz em podas ou descartes da própria natureza, por exemplo. “Meu trabalho é vivenciar esses materiais para prolongar a sua vida, trazendo novos significados e transformando-os de efêmeros em perenes”, descreve a designer que utiliza técnicas para manter as folhas e galhos secos por um longo período na instalação.

A vitrine tropical de Natal da Simmetria Ambienti, desenvolvida pelo designer Marcos Soares, trouxe um conceito nature para o verão. “Usei mobiliários em madeira clara e metais na cor ouro, assinados por designers renomados brasileiros, que contribuíram com a paleta de cores destacadas na parede pintada em tom verde claro e na obra de arte da Manu Daher, em tons cobre, vinho e dourado”, relata.

O ambiente fica na Simmetria até o mês de fevereiro de 2021. “Vale muito a pena vir conhecer os móveis que deixaram elegante o ambiente e a obra de arte que proporciona vida ao espaço”, convida Marcos Soares.

Manu Daher

Manu Daher é artista plástica e designer floral há vinte anos. Seu trabalho é embasado em critérios esculturais, pesquisa e experimentação de novas formas de como utilizar os diversos materiais naturais, reformulando e ressignificando a estética desses elementos, criando uma atmosfera surpreendente para sua função e um conceito artístico para suas composições.

Já criou arranjos e produziu instalações para a Lapinha SPA, Ôda Design Club e Bee.O, por exemplo. Ao longo dessas duas décadas, foi responsável pela criação de cenários para vídeo, fotografia, teatro e shows de música em São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Seus trabalhos são expostos em sua página pessoal no Instagram (@manudaherlojadeflores).

(via assessoria)

Compartilhar