Curitibano vai enfrentar Cleber Souza em sua primeira defesa de título na organização

            Após chocar o Brasil derrotando Rene Soldado com uma vitória acachapante na vigésima edição do SFT (Standout Fighting Tournament), Irwing King Kong mudou de patamar no cenário nacional. Atleta a ser batido na divisão dos médios, o atleta que atualmente ostenta o cinturão até 84kg do SFT fará a primeira defesa de título na organização no fim de janeiro. Escalado para enfrentar Cleber Souza, o atleta curitibano garante estar mais preparado do que nunca para esse combate:

— A preparação tem sido muito boa, a parte física faço com o melhor preparador do Brasil, o Madison Filho e a parte de MMA estou com meu professor Daniel Abdul. Estou focado, animado e com muita vontade de trabalhar!

Embalado por duas vitórias consecutivas, o lutador que adora fazer uma provocação vai encarar um grande desafio no SFT. Cleber Souza já ostentou dois cinturões do SFT antes de seguir na carreira internacional, e posteriormente retornar ao evento, quando derrotou Eduardo Camelo no ano passado. Somando 16 vitórias em 24 combates disputados na carreira, Irwing está focado nos treinos para mostrar ao Brasil e ao mundo que não venceu Rene Soldado por acaso:

— Ninguém luta com o melhor do Brasil e vence por acaso. Usei a experiência que tinha, fiz uma boa leitura dele e consegui impor meu jogo — declarou o atleta de 31 anos.

Após surpreender o até então dono do título peso-médio, Irwing foi escalado para enfrentar Eduardo Camelo no fim do ano passado, porém, uma lesão acabou tirando o atleta de combate. Completamente recuperado e pronto pra dar show no SFT, Irwing King Kong prometeu mais uma atuação de gala garantindo que o duelo não deve passar do segundo round no dia 30 de janeiro:

— Podem esperar um Irwing mais duro que na última luta, estou vindo de 2 nocautes seguidos, embalando essa vão ser 3 vitórias seguidas. O Clebinho é muito duro, mas acredito que consiga finalizar ele antes do segundo round — finalizou Irwing.

Atleta da Fight Clan e da Madison Team, Irwing ainda comanda a sua própria academia no Paraná, a Xperience Sports Center. De olho no confronto principal do SFT que acontece no fim do mês, o atleta espera vencer para buscar voos ainda mais altos na carreira em 2021.

via assessoria

Compartilhar